Advogada por formação, ilustradora apaixonada por manipulação de imagens e pintura digital. Gosta de Livros, Música, Abóboras, Halloween, Rock e Fogos de Artifício. Vidente e psicóloga emocional.

Madeleine Roux

12 minutos de leitura

Gabriel Ribeiro - May 2, 2015

Oii tudo bem?
Eu li Asylum mês passado e já to com uma vontade louco para ler toda a série, espero que a V&R lance logo hehe.

Beijos
http://lendocomobiel.blogspot.com.br/?m=1

Oi oi

Eu quero ler, amo esse mistério, mas tenho que começar pelo Asylum que por sinal é falam muito bem dele!
Que pena que são poucas páginas, quando o livro é bom o autor tem que fazer isso né…

Beijoos

3 minutos de leitura

Autor(a): Madeleine Roux| Gênero: Suspense | Ano: 2015 | Páginas: 100 | Editora: V&R

Asylum #1.5

Sinopse: Cal Erickson é um secundarista da New Hampshire College. Ele não é um aluno exemplar e não tem muitos amigos. Roger, seu pai e reitor da universidade, quer que ele pare com a bebedeira e com “a história de ser gay”. O rapaz até se esforça para se encaixar naquele ambiente, mais é muito difícil. Cansado de tentar controlar o filho, Roger exige que ele participe de um seleto grupo de estudos orientado pela professora Reyes. Junto com outros alunos, sua primeira tarefa é descer ao porão do alojamento Brookline, (Onde antigamente funcionava um manicômio) para catalogar tudo o que for encontrado por lá. Com o passar do tempo, Cal percebe que há algo estranho e misterioso por trás de tudo aquilo.

O livro conta, resumidamente, a história de Cal, filho do reitor da universidade New Hampshire College e ele não é o que podemos chamar de bom aluno. Na verdade, Cal bebe demais e não presta atenção alguma nas aulas. Sua entrada nas maiores universidades do país foi negada e seu pai, Roger, mexeu os pauzinhos para que o filho pudesse entrar em uma faculdade. Como castigo, Cal se vê obrigado a participar do grupo de estudos orientado pela professora Reyes e descer ao porão do alojamento Brookline para catalogar o que for encontrado por lá.

3 minutos de leitura

Autor(a): Madeleine Roux | Gênero: Suspense | Ano: 2014 | Páginas: 336 | Editora: V&R

Sinopse: P_ara Dan Crawford, 16 anos, o New Hampshire College Prep é mais do que um programa de verão – é uma tábua de salvação. Um pária em sua escola, Dan está animado para finalmente fazer alguns amigos em seu último verão antes da faculdade. Mas, quando ele chega no programa, Dan descobre que seu dormitório para o verão costumava ser um sanatório, mais comumente conhecido como um asilo. E não apenas qualquer asilo — um último recurso para criminosos insanos.
À medida que Dan e seus novos amigos, Abby e Jordan, exploram os recantos escondidos de sua casa de verão assustadora, eles logo descobrem que não é coincidência que os três acabaram ali. Porque o asilo é a chave para um passado terrível. E existem alguns segredos que se recusam a ficar enterrados._

Tudo começa no primeiro dia de aula de Dan Crawford na New Hampshire College Prep, quando ele entra em seu quarto e ao olhar na gaveta do criado mudo, encontra uma fotografia antiga de um homem com os olhos riscados a caneta, alguém riscou a foto para que ele não pudesse ser identificado. Logo depois, Dan conhece seu novo colega de quarto, Felix que aguça a curiosidade de Dan sobre o lugar ao contar-lhe que já viu fotos como aquelas numa ala desativada e interditada do colégio. A partir daí, coisas misteriosas começam a acontecer.

Assim como os livros policiais, livros de terror ou suspense são os meus preferidinhos, os meninos dos meus olhos e a paixão por “Asylum” aconteceu assim, com poucas linhas de uma resenha. Sinto muito por não lembrar o nome do blog em que li a resenha do livro, mas foi por culpa dessa resenha que fiquei doida atrás do livro e, finalmente, consegui ler e me apaixonar.

Não sou altamente impressionável, na verdade, filmes e livros de terror e suspense não me deixam assustada ou impressionada, eu os leio, amo e depois segue a vida, mas com “Asylum“foi diferente. A autora tem essa escrita leve e te leva pelas aventuras de Dan, Abby e Jordan com tal facilidade que parece que você está ali do lado dos personagens, sentindo o que eles sentem, vivendo o que eles vivem.

Posts recentes

Categorias

Facebook

Meus Ebooks

Youtube

Lendo