Advogada por formação, ilustradora apaixonada por manipulação de imagens e pintura digital. Gosta de Livros, Música, Abóboras, Halloween, Rock e Fogos de Artifício. Vidente e psicóloga emocional.

Evento

3 minutos de leitura

 

Aconteceu nos dias 30 e 31 de Agosto e 01 de Setembro no São Paulo Expo, a primeira edição da Pet Experience. Segundo o site “A Pet Experience vai trazer para São Paulo um mundo de imaginação e diversão para os bichinhos e toda a família! Serão 13 Mil m² de muitas atrações para você sair da rotina! Venha curtir o seu fim de semana na Pet Experience”.

Compareci ao evento no dia 30 de Agosto. Não sei bem o que eu esperava encontrar na feira, mas não me senti totalmente satisfeita com o que encontrei por lá. A entrada estava bem sinalizada e não tinha filas para entrar no evento. Após passar as catracas, nos deparamos com uma pista enorme onde aconteciam competições e demonstrações de agility com cachorros.

Falando em organização, não tive problemas em encontrar nada, pois estava tudo sinalizado com placas grandes e suspensas, o que te permitia ver as informações mesmo com a feira lotada. Existiam diversos pipi stops, mas nada impedia que os cães fizessem xixi onde estavam, o que tornou o deslocamento pela feira dificil, já que você precisava olhar mais para o chão do que para o que estava acontecendo.

Absolutamente TUDO tinha fila. Não sei se a expectativa dos organizadores era baixa, mas para fazer qualquer coisa, até pegar um brinde, era necessário ficar numa fila enorme. Para quem queria se aventurar com seu cão na área Dog Play, era preciso enfrentar uma fila bem demorada e o espaço em geral parecia não estar preparado para comportar a quantidade de cães que entraram no evento.

3 minutos de leitura

 

Aconteceu entre os dias 02 a 07 de Agosto deste ano, no São Paulo Expo, mais uma Mega Artesanal. Uma feira voltada para a arte, artesanato e os empreendedores do setor. Segundo o site “Só uma feira tão completa como a Mega Artesanal, pode oferecer infinitas oportunidades para quem gosta e faz arte e artesanato. São expositores, cursos, produtos, lançamentos, matérias primas, premiações, encontros, negócios e muito mais!

Como disse no post do ano anterior, visito a feira todos os anos desde 2014 e, desde 2015, ela é realizada no São Paulo Expo. Este ano a feira estava MUITO voltada para o Patchwork. Este ano fui no primeiro dia de feira porque sabia que os outros dias estaria muito frio e eu odeio frio.

Não havia filas para comprar os ingressos na sexta-feira, mas no sábado (que precisei voltar para trocar um produto com defeito) a fila de carros começava pela Rodovia. Levei 40 minutos entre a entrada da rodovia e a feira e mais 45 minutos para comprar o ingresso, isso porque minha mãe é preferencial e eu pude ficar na fila com ela. Gostaria que existissem mais de um posto de venda de ingressos, já que todos os anos o problema com as filas é recorrente. Tanto espaço e apenas algumas cabines.

Como sempre, a Praça de alimentação era bem grande e contava com muitas opções para quem queria um lanche rápido, algo saudável ou um arroz com feijão. Mais um ano a mobilidade pela feira era boa, os corredores estavam largos e não haviam fios atravessados. Não tropecei nenhuma vez durante a feira e isso foi algo muito positivo, pois muitos artesãos são senhorinhas ou pessoas com problemas de mobilidade.

Posts recentes

Categorias

Facebook

Meus Ebooks

Youtube

Lendo