Advogada por formação, ilustradora apaixonada por manipulação de imagens e pintura digital. Gosta de Livros, Música, Abóboras, Halloween, Rock e Fogos de Artifício. Vidente e psicóloga emocional.

3 minutos de leitura

Autor(a): Sarah Jio | Gênero: Romance | Ano: 2015 | Páginas: 320 | Editora: Novo Conceito | Skoob

SinopseVerão de 1942. Anne tem tudo o que uma garota de sua idade almeja: família e noivo bem-sucedidos.

_No entanto, ela não se sente feliz com o rumo que sua vida está tomando. Recém-formada em enfermagem e vivendo em um mundo devastado pelos horrores da Segunda Guerra Mundial, Anne, juntamente com sua melhor amiga, decide se alistar para servir seu país como enfermeira em Bora Bora. _

Lá ela se depara com outra realidade, uma vida simples e responsabilidades que não estava acostumada. Mas, também, conhece o verdadeiro amor nos braços de Westry, um soldado sensível e carinhoso.

O esconderijo de amor de Anne e Westry é um bangalô abandonado, e eles vivem os melhores momentos de suas vidas… Até testemunharem um assassinato brutal nos arredores do bangalô que mudará o rumo desta história.

A ilha, de alguma forma, transforma a vida das pessoas, e este livro certamente transformará você.

Hoje é o Dia Internacional da Mulher e para comemorar, vamos de resenha de um livro com duas personagens fortes, decididas e cheias de personalidade.

A história se inicia com uma carta, uma carta que trás de volta uma história sobre um assassinato ocorrido há muitos anos. Quem recebe essa carta é Anne, uma garota que tem tudo o que se pode sonhar, uma boa familia e um noivo aparentemente perfeito. Prestes a se casar, Anne decide dar um tempo em seu noivado e acompanhar sua melhora amiga Kitty e se voluntaria para ser enfermeira do exercito e as duas viajam para a ilha de Bora Bora e nossa história começa a caminhar.

Eu sou apaixonada pela escrita da Sarah Jio e quando recebi “O Bangalô” e li a sinopse, fiquei muito tentada a pegar o livro e ler na hora, mas eu tinha outras leituras atrasadas para colocar em dia e “O Bangalô” acabou ficando para depois e eu o li na Carnatona, o único livro que terminei durante a maratona.

Com romance, mistério, sofrimento e guerra bem dosados e sem exageros, a autora consegue nos levar facilmente por uma história cheia de paixão e cenários paradisíacos e eu adoro como Sarah consegue mesclar o passado e o presente com tanta maestria e nos prender com a sua escrita maravilhosa.

Todos os personagens que Sarah criou são bem trabalhados e nenhum deles ficou sem uma história completa. Eu não sei se, no lugar de Anne eu teria perdoado Kitty por tudo o que ela fez e deixou de fazer. Muitas partes do livro me deixaram brava, triste, emocionada e feliz. Sarah conseguiu despertar em mim muitos sentimentos e, mais uma vez, fiquei apaixonada por mais uma de suas histórias e personagens.

Mais uma vez, a Editora Novo Conceito me deu a chance de ler um lindo romance de Sarah Jio com um trabalho editorial bem feito e uma capa maravilhosa.

*Livro cedido em parceria com a Editora.

lmd_source="33721009”; lmd_si="33830555”; lmd_pu="22702561”; lmd_c="BR”; lmd_wi="468”; lmd_he="60”;

Posts recentes

Categorias

Facebook

Meus Ebooks

Youtube

Lendo