Advogada por formação, ilustradora apaixonada por manipulação de imagens e pintura digital. Gosta de Livros, Música, Abóboras, Halloween, Rock e Fogos de Artifício. Vidente e psicóloga emocional.

4 minutos de leitura

Autor(a): Kiera Cass | Gênero: Ficção Juvenil | Ano: 2015 | Páginas: 392 | Editora: Seguinte

A Seleção # 4

Sinopse: No quarto volume da série que já vendeu mais de 500 mil exemplares no Brasil, descubra o que vem depois do “felizes para sempre”. Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.

O quarto livro da série “A Seleção” conta a história de Eadlyn (Sério, Kiera?), a herdeira do trono de Illéa por sete minutos, já que nasceu pouco antes de seu irmão gêmeo, Ahren. Eadlyn é uma princesa mimada, arrogante e egocêntrica que será obrigada por seus pais a viver “A Seleção” já que precisam acalmar os ânimos das províncias que estão infelizes com a monarquia e essa foi a melhor maneira que encontraram para isso. (Sério de novo, Kiera?)

Não sei direito como começar essa resenha. Talvez fosse mais fácil se eu recortasse pedaços das resenhas que já fiz sobre a série “A Seleção” e colar aqui. E ai, vocês vão me perguntar “Como assim, Lu?!” E eu vos digo: “A Herdeira” é mais do mesmo, um apanhado de tudo o que já vimos nos últimos três livros de Kiera, acrescentando uma princesa nada apaixonante e trinta e cinco selecionados com pouquíssimos detalhes sobre sua aparência.

“Vi um aglomerado de pessoas no fim do corredor, entre elas meus pais e o general Leger. Caminhei na direção deles, tentando não deixar meu nervosismo evidente."

Eadlyn é uma menina riquinha, mimada, cheia de “não me toques” que acaba sendo obrigada a participar de uma coisa que ela não quer e se apaixona, obviamente, por alguém que odeia e, ao mesmo tempo, por outros três ou quatro e dizer isso não é nenhum Spoiler, já que Eadlyn odeio, praticamente, todo mundo. Poxa, Kiera, sabemos que a série não tem muito o que inovar, então, porque você está desperdiçando sua escrita maravilhosa com uma história que já deveria ter acabado?

Os personagens são bem pouco explorados nesse livro. Na maior parte do tempo ficamos em voltas de Eadlyn e dois ou três selecionados, seu irmão gêmeo Ahren e algumas cenas com Maxon, mas o que me deixou mais decepcionada, foi o fato de Kiera ter transformado America em uma rainha Amberly, fazendo-a perder completamente seu jeitinho característico e revoltado. Pelo que me lembrava, America não era em nada parecida com a mãe de Maxon e, de repente, nesse livro, America é uma cópia de Amberly. Certo que a vida de America mudou muito desde que se casou com Maxon, afinal, vinte anos se passaram, mas se transformá-la numa cópia perfeita e chata de Amberly não foi muito legal.

“Olhar para ele, para seu sorriso, me fez esquecer de tudo por um instante. Parecia que a Seleção não estava acontecendo. Eu era uma garota, e ele, um garoto. E eu sabia exatamente o que queria fazer com ele."

Kiera tem uma escrita gostosa, leve e rápida, lemos o livro sem nos preocupar com escrita difícil ou densa, mas o que me deixa triste, é ver que “A Herdeira” é mais do mesmo, não tem nada de intrigante ou inovador na história. Talvez, a autora esteja esticando a série para continuar fazendo sucesso, mas aposto que se ela escrever outras coisas, vai ser tão sucesso quanto “A Seleção".

Se você já leu algum livro da série “A Seleção", em “A Herdeira", irá encontrar todos os elementos dos outros livros como, riqueza, dúvidas sentimentais, uma princesa minada que acha que está acima de tudo e todos e um povo ainda revoltado com a realeza de Illéa. Não é um livro ruim, não estou dizendo que odiei “A Herdeira", só esperava que fosse um pouco mais inovador ou instigante, que me levasse a querer uma continuação, mas infelizmente, o livro não inovou e não mexeu comigo.

Livros da Série “A Seleção”:

1. A Seleção

- O Príncipe (disponível em Ebook) 

2. A Elite
- O Guarda (disponível em Ebook)
3. A Escolha
- Contos da Seleção: O Príncipe e O Guarda
- A Rainha (disponível em Ebook)
- A Favorita (disponível em Ebook)
- Contos da Seleção: A Rainha e A Favorita
4. A Herdeira
5. Último Livro (sem nome)

Posts recentes

Categorias

Facebook

Meus Ebooks

Youtube

Lendo